Buscar
  • Studio 3R

Consórcio Mercedes-Benz lança plano de até 120 meses



A Mercedes-Benz lançou um novo consórcio para caminhões com até 120 parcelas. Batizado de Plano Vozes da Estrada Volume 4, esse prazo é acima da média do mercado. Segundo a empresa, são 360 cotas com valores entre R$ 385 mil a R$ 756 mil.


Além disso, o cotista pode optar por pagar parcelas reduzia até a contemplação. Da mesma forma, há possibilidade de diluir 100% do valor do lance nas mensalidades. Bem como parcelar esse valor em quatro vezes.


Para atrair novos clientes, a Mercedes-Benz premiará os compradores das 50 primeiras cotas de créditos acima de R$ 524 mil. Ou seja, todos ganharão uma moto elétrica.


Consórcio tem opção de parcelas reduzidas


A Mercedes-Benz também sorteará cinco caminhões entre os participantes. Serão dois modelos Accelo, um Atego, um Axor e um Novo Actros. O sorteio será em maio de 2022.

Segundo a empresa, esse é o maior número de caminhões sorteados por ela em um único plano de consórcio. Além disso, durante o período de lançamento, há outras facilidades. Ou seja, uma das promoções garante 30% de redução no valor das cinco primeiras parcelas. No mesmo sentido, o cotista pode optar pela redução de 50% do valor nas três primeiras prestações.

Consórcio em alta

O setor de consórcios está em alta. Sobretudo por causa do aquecimento dos negócios em algumas áreas. Nesse sentido, um dos destaques é o agronegócio. Ou seja, o crescimento vem ocorrendo independentemente da pandemia. Segundo informações da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcio (Abac).

De acordo com a associação, em março de 2021, por exemplo, as vendas cresceram 71,4%. Assim, a comparação é em relação aos números do mesmo mês de 2020. Vendas da Mercedes-Benz crescem dois dígitos por ano.

Nesse sentido, foram vendidas, respectivamente, 12 mil e 7 mil cotas de consórcio. Da mesma forma, os números da Mercedes-Benz vêm crescendo acima de dois dígitos nos últimos anos.

De acordo com a empresa, em 2020 foram R$ 729 milhões em créditos. Em outras palavras, houve alta de 18% em relação aos R$ 618 milhões de 2019.

Segundo o vice-presidente de vendas e marketing caminhões e ônibus da marca, Roberto Leoncini, a alta deve se manter ao longo de 2021. “Temos uma meta de chegar a R$ 1 bilhão em créditos até dezembro.”


Fonte: Estradão

1 visualização0 comentário