Buscar
  • Studio 3R

Dez novos Volkswagen Meteor entram na frota da Apolo Transportes, fundada e comandada por mulheres


Foi na década de 1960 que foi fundada a empresa Apolo Transportes, nome em homenagem ao voo espacial tripulado que fez o primeiro pouso na lua, em 1969. Claudete Colombo Caveagna, hoje com 85 anos, deixou as filhas em casa para trabalhar na transportadora que acabara de fundar com o marido, José Augusto Caveanha, falecido na década de 1990.


“Ele precisava de alguém de confiança para cuidar dos pagamentos, mas vi que havia muito a organizar e tantos processos para padronizar, que resolvi ficar. As pessoas estranhavam encontrar uma mulher chefiando o escritório. Mas nunca liguei: sempre fui firme e fiz as coisas do jeito certo. É preciso se posicionar, sem medo. É assim que a gente vence nos negócios e na vida”, conta a matriarca e empresária.


Além de ser a liderança feminina da empresa, ela preparou as filhas para dirigirem a Apolo Transportes com a mãe. Apesar de estar afastada dos negócios, pela idade, é a sócia majoritária e fez questão de visitar a concessionária Gaplan, em Mogi Guaçu-SP, para receber os dez primeiros caminhões VW Meteor de sua frota, junto das filhas Maria Lucinda e das gêmeas Ana Claudia e Ana Silvia, que fecham o quadro de sócias da empresa.


“Nem sempre foi fácil, nossos primeiros caminhões eram usados e financiados. Mas sobrevivemos aos momentos econômicos mais difíceis do país. Hoje é uma alegria ampliar a frota com novidades como essa”, conta.


Os dez novos caminhões Meteor 28.460 fazem parte dos investimentos da empresa para ampliação da frota e dos serviços oferecidos.


“É uma novidade interessante no mercado, com bom conteúdo nacional. Além disso, a concessionária Gaplan é pró-ativa, sentimos que estamos sempre próximos tanto aos profissionais de engenharia e pós-vendas da VW Caminhões e Ônibus quanto do Banco VW”, afirma Alexandre Lealdini, gerente da empresa e neto de Claudete.


A Apolo Transportes atua no transporte de cargas perigosas, em tanques, além de silos e basculantes. A matriz fica em Mogi Guaçu-SP, e há duas filiais, uma em Ponta Grossa-PR outra em Arcos-MG. Os veículos atuam em todo o Brasil, especialmente Sudeste, Sul e Centro-Oeste.


Legado familiar


Alexandre Lealdini, neto de Claudete, é sobrinho de Ana Cláudia, diretora da Apolo. Ele chega com a missão de seguir com o legado, o que exige muita responsabilidade.

“Tenho exemplos de liderança feminina que prima pelos detalhes e pelo cuidado com os colaboradores, que são como nossos familiares. São os nossos motoristas que estão na estrada, cuidando do transporte com segurança e representando a empresa. Por isso temos campanhas internas de premiação, com foco principal na direção segura”.

1 visualização0 comentário