Buscar
  • Studio 3R

Motoristas podem pagar multas de trânsito com 40% de desconto


Mais de três milhões e seiscentos mil motoristas de todo o país já estão recebendo e pagando multas de trânsito por aplicativo e, o melhor, com desconto de 40%. Isso é possível graças ao Sistema de Notificação Eletrônica (SNE), sistema desenvolvido pelo Serpro, empresa de inteligência em TI do governo federal, para o Denatran. A estimativa é que, desde o lançamento, a tecnologia já tenha gerado uma economia de mais de R$ 100milhões em descontos para os usuários. Para ter direito ao benefício, o proprietário do veículo precisa baixar o aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT), disponível na App Store e Google Play, e reconhecer o cometimento da infração, abrindo mão de apresentar defesa e interposição de recursos contra a autuação. Quem possuir a CDT instalada em dispositivos móveis, como celulares e tablets, e cometer qualquer infração de trânsito, a contar do dia 1º de dezembro deste ano, vai receber a notificação pelo aplicativo, podendo pagar a multa emitida pelo Detran/RS com 40% de desconto, se pagar antes do vencimento. O gerente do Serpro do Departamento de Soluções Digitais para o Trânsito, Diego Migliavacca, afirma que as notificações enviadas pelo aplicativo já evitaram que, em três anos, mais de 2,5 milhões de correspondências fossem emitidas. “Além da praticidade e economia para o cidadão, o SNE possibilita economia de recursos ambientais e com gastos públicos, que podem ser revertidos em outros serviços para a população”, destacou. Passo a passo


No aplicativo Carteira Digital de Trânsito, o mesmo utilizado para a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo) digitais, o usuário precisa habilitar a opção de adesão ao SNE no ícone “Infrações”. Ao receber notificação de multa, o proprietário do veículo cadastrado no SNE pode gerar o boleto eletrônico por meio do próprio aplicativo. Para ter direito aos 40% de desconto, a multa tem de estar dentro da data de vencimento, ser emitida por órgão que já tenha aderido ao SNE e o motorista precisa reconhecer o cometimento da infração. Quem decidir recorrer, mas ainda assim tiver que pagar, receberá o desconto dos tradicionais 20% se fizer a quitação dentro do prazo. O sistema gera um código de barras, que permite a finalização via aplicativo do banco. Quem já aderiu

Todas as rodovias federais são cobertas pelo SNE, já que a PRF (Polícia Rodoviária Federal), o DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) e a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) já fizeram suas adesões. A cobertura também inclui 16 Detrans em todo o país, além de 519 prefeituras. Caso o usuário seja notificado por um órgão autuador que ainda não faz parte do SNE, ele recebe a multa pelo meio tradicional, ou seja, por carta. A lista dos órgãos que já aderiram ao SNE pode ser consultada aqui.

Fonte: Serpro

0 visualização0 comentário