Buscar
  • Studio 3R

Revista EAC - Hub de Inovação do SINDICAMP e Hackathon marcam o primeiro Programa Inovação de 2021

Hub de Inovação do SINDICAMP e Hackathon marcam o primeiro Programa Inovação de 2021

“Que tal, para iniciar, uma maratona de tecnologia?” foi o tema da primeira edição digital do Programa Inovação, Estratégia e Gestão Empresarial de 2021, que aconteceu no último dia 12 de março, em formato on-line, contando participação de mais de 200 espectadores, entre gestores, colaboradores e empresários do setor.


O presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas de Campinas e Região - SINDICAMP, José Alberto Panzan, fez uma breve reflexão sobre o último ano e os próximos passos da entidade.


“Tivemos várias surpresas, e um ano conturbado. Hoje, conhecemos um pouco mais as dificuldades e estamos aprendendo a nos reinventar, nos adaptando a novas tecnologias. O SINDICAMP continua na busca de poder prover os seus associados as melhores técnicas de gestão e dar todo o suporte necessário para o sucesso de seus negócios”, completou.

Em seguida, o presidente convidou a coordenadora da COMJOVEM Campinas, Rafaela Cozar, para falar um pouco sobre o papel feminino no transporte de cargas:


“Temos visto uma evolução muito grande das mulheres no transporte rodoviário de cargas. A ideia é que a gente traga essa complementação entre homens e mulheres no setor”, apontou.


Para dar início ao evento, Wagner Fonseca, diretor da NETZ e mediador, apresentou os convidados da Equipe de Big Data CNT, composta por Lorraine Patiele, Kleyson Morais, Paulo Atavila e Felipe Reis, o Diretor Executivo da CNT, Bruno Batista, o CEO da UPAYA Desenvolvimento Corporativo, Cileneu Nunes, que discorreram sobre as etapas e desafios no processo de elaboração da maratona tecnológica.


O “Hackathon”


Após uma visita da equipe da Confederação Nacional do Transporte - CNT, ao Vale do Silício em 2017, foi desenvolvido um método tecnológico de aprimoramento na coleta dos dados para a Pesquisa de Rodovias, denominado Hackathon.


“Voltamos com a cabeça em ebulição, e então, começamos a discutir possibilidades de trazer as tecnologias para o Brasil, pensando em evoluir com um trabalho de crítica interna. Começamos a vislumbrar possibilidades de incorporar tecnologias a pesquisa CNT e decidimos criar o Hackathon”, conta Bruno.


A maratona recebeu mais de 500 inscrições, e com 27 times formados, iniciaram a elaboração e solução dos desafios. O time vencedor, mostrou na habilidade dos dados, um grande diferencial, segundo seu coordenador. “Muitas pessoas não entendiam o problema, mas em poucos dias com trabalho intenso conseguiram entender e desenvolverem soluções muito criativas. É uma fórmula que podemos reproduzir em outras empresas”, aponta Cileneu.


“Assim que o edital foi lançado já tínhamos uma ideia básica sobre o que a CNT queria. Foi muito importante conversar com os mentores, assim tivemos uma visão do negócio, e, além disso, conseguimos falar com os pesquisadores de campo da CNT”, conta Felipe, integrante da equipe vencedora.


A Novidade


Nos minutos que antecediam o encerramento, o presidente da Entidade retornou ao evento acompanhado de Rafaela Cozar, para apresentar ao espectador o novo projeto de tecnologia do SINDICAMP.


“A ideia do projeto é justamente mostrar que a inovação é mais acessível do que a gente imagina. O transporte vem se transformando ao longo dos anos e nós precisamos de ferramentas para poder continuar competitivos no mercado e nós entendemos que só podemos fazer isso com gestão e inovação.”, completa a coordenadora.


O SINDITECH é uma iniciativa do SINDICAMP em parceria com a COMJOVEM Campinas, ainda sem data de lançamento nas plataformas digitais.


Fonte: Revista Eu Amo Caminhoneiro

2 visualizações0 comentário